xc

Álbuns dos anos 50.


Anúncios

Portanto:
Por uma questão de armazenamento mental, tenho andado a ouvir álbuns por década – normalmente, entre 10 a 20 (em ciclo, ou seja, quando chego ao presente, volto para trás) – e pensei que, já agora, podia aproveitar e deixar aqui registados 3-4 dos que me vão interessando.

BIG DISCLAIMER: as opiniões que se seguem não têm (asseguro-vos) nada de técnico, é meramente um registo do que a minha mente interpretou – certo ou errado, isso é com ela (lembremo-nos que a mente e o corpo não são necessariamente o mesmo).



Little Richard – Here’s Little Richard

Eu não sei exactamente o que estava à espera quando cliquei no Play mas, de algum modo, era exactamente o “Wop bop a loo bop a lop bom bom Tutti frutti” com que o álbum começa.

É impossível manter um mau humor quando se ouve Little Richard a cantar, quer seja sobre as mulheres que lhe desfazem o coração ou como ele está mesmo “ready teddy (…) to a rock’n’roll”.
Só a “Oh Why?” destoa, pelo tema mais pesado, ainda que isso apenas transpareça na letra e num cantar mais comedido.

Sente-se a energia festiva na voz do Little Richard a todo o momento, e uma liberdade para se divertir com a melodia que tem tanto de jovial como de nostálgico (pelo menos, para os meus ouvidos do século XXI).

FAVORITAS: Tutti Frutti; Jenny, Jenny


Anúncios
Anúncios


Ella Fitzgerald – Sings with Duke Ellington Song Book

Duas ignorâncias curiosas da minha parte, em relação a este álbum:

  • Até então, a única associação que eu tinha ao nome Duke Ellington era à personagem da série Big Mouth;
  • Foi a primeira vez que ouvi Scat (e que descobri que cantar assim tem esse nome, como define a Wikipédia – “improvisação vocal com vocábulos sem palavras, sílabas sem sentido ou sem palavras.“)
Duke Ellington em Big Mouth

A voz de Ella Fitzgerald é só e somente um prazer de ouvir, quer esteja a dizer palavras ou não.
O timbre estende-se da doçura das porções mais agudas para a robustez das mais graves, transitando de um extremo ao outro como qualquer um de nós dá um passo – realce-se: ela tinha (novamente wikipédia) uma extensão vocal de 3 oitavas.

FAVORITAS: Clementine; Sophisticated Lady


Anúncios
Anúncios


Charles Mingus – The Clown

Primeiro de tudo, o Charles Mingus já vencia este top só por esta foto – assumo que dispense explicações:

Segundo, o que me comprou a ouvir o álbum foi a capa – isto porque, ao percorrer as listas de melhores álbuns da década de 50, a maioria apresentou-se com o mesmo aspecto geral: o rosto dos artistas – ou a mandar estilo (Frank Sinatra) ou a meio de uma actuação ao vivo (Miles David).
Impressionou-me que (aos meus olhos, pelo menos) esta capa poderia facilmente ter sido feita hoje e não pareceria descontextualizada.

Para lá disso, partilho do sonho de um dia vestir-me de palhaço e fotografarem-me para a capa de algo meu.
A história, no entanto, não é assim tão divertida, como nos conta Charles Mingus:

“The Clown” tells the story of a clown “who tried to please people like most jazz musicians do, but whom nobody liked until he was dead. My version of the story ended with his blowing his brains out with the people laughing and finally being pleased because they thought it was part of the act.

Agora: eu estou, certamente, na base da pirâmide das pessoas qualificadas para dar opiniões sobre álbuns de jazz, ainda assim, não posso deixar de referir o prazer que este álbum me trouxe – desde os solos de baixo, às porções mais compostas, passando por um pouco de spoken work pelo meio.

Voltei a ele no dia seguinte e, desde então, todas as semanas.

FAVORITAS: Tonight at Noon


Anúncios
Anúncios


Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: