Amor, é tão bom
Ver os corpos a dançar.
Eu sei, eu sei, é só raiva.

Amor, é tão bom
Ver os homens a viver.
Eu sei, eu sei, é só laia.

Amor, é tão bom
Ver os vícios a nascer.
Eu sei, eu sei, é só mágoa.

Amor, é tão bom
Rir de quem eu já não sou.
Mas eu sei, eu sei, não me salva.

Eu sei,
É saudade.

Amor, é tão bom
Ver abril nos meus irmãos.
Eu sei, eu sei, é só tanga.

Amor, é tão bom
Rirmos quando a noite vem.
Porque eu sei, eu sei, já não tarda.

%d bloggers like this: