cxx

longitudes. (VIII)


Anúncios

I

Este poema não é um poema;
É um conjunto de versos soltos
Onde em cima de uns se equilibram os outros.

Mas se se equilibram em número, em dimensão estes versos,
É labor que aplico nesta terra onde vivo,
Onde as raízes, profundas, discordam comigo.

Mas se rimam estes versos, se se harmonizam as sílabas,
É um jogo probabilístico que termina no início,
Porque há constância nas chances – é a natureza de um ciclo.

Este poema não é um poema;
É uma busca incessante por harmonia
Em forma de verso.


Anúncios
Anúncios


Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: