xxii

Hoje, o sol não nasceu. Qual é a expressão?Raios te partam!E quem sou eu para dizer que não? Que os raios partam, então. Que quebrem, e rasguem, e queimem. Que, ao chegarem, as labaredas se acendam em línguas bárbaras, sinusóides – das que, para lá da superfície, onde é fácil arder, navegam mais fundo eContinue a ler “xxii”